O direito à saúde no Reino Unido

Como é que funciona o sistema de saúde no Reino Unido? Todos têm direito de serem atendidos? E os imigranes ilegais? Também têm algum direito ao atendimento médico? Ao que tudo indica, a falta de informação e o medo levaram recentementeum brasileiro a morte, causando dor e preocupação à comunidade brasileira. Segue abaixo um reportagem publicada pela revista VERBO.

No dia 31 de março passado, o brasileiro Marley José de Oliveira Borges, de 36 anos, foi encontrado morto em seu quarto , no bairro de Harlesden. Segundo o laudo médico, ele morreu depois de sofrer um ataque epilético. Borges sofria dessa doença hávia muitos anos e estava aguardando por remédios que só chegaram do Brasil um dia após sua morte. “Foi uma morte absurda. Se esse rapaz tivesse procurado um hopital talvez ainda estivesse vivo hoje”, alertou Carlos Mellinger, presidente da ABRAS – Associação Brasileira no reino Unido.

Segundo Mellinger,, muitos brasileiros ficam com medo do que ele chamou de “terrorismo brasileiro”, onde as pessoas são desistimuladas e amedrontada por outros brasileiros a procurar ajuda, inclusive médica. “As pessoas ouvem de outros brasileiros que o GP e os hospitais chamam a imigração”, denunciou ele. “A falta de informação, aliada ao medo, é um problema sério” , ressaltou Carlos Mellinger. Comono último dia 30 de abril, quando um brasileiro que esteve na sede da ABRAS com muita febre e alto nível de açucar no sangue e n\ão queira ir ao hospital. “Ele estava muito mal mesmo e não queria que nós chamassemos a ambulância para levá-lo ao hospital. Estava com medo de ser deportado e só foi depois que o convencí de que não haveria problema algum”.

Opções de ajuda

Muitas pessoas não sabem que obter tratamento médico de emergência no reino Unido independe de se ter um visto válido ou não. Os hospitais possuem atendimento de emergência totalmente gratuito para todas as pessoas, independente da sua situação com a imigração ou tempo de permanência no país. Há ainda um amplo serviço de tradutores no NHS, mas muitas vezes não estão disponíveis de imediato nos hospitais. Por isso, o paciente que não fala inglês deve tentar levar alguém para ajudá-lo a se comunicar no hospital.

Dra. Rosana Marques, especialista em nefrologia pediátrica e ex-diretora do Hospital Infantil Darcy Vargas em São Pauulok acredita que a falta de informação contribui para que as pessoas não tenham a ajuda médica necessária e aconcelha as pessoas a utilizarem tanto a mídia impressa como a internet como canal de informação.

“O brasileiro ainda não esta acostumado a utilizar as informações que estaão facilmente acessíveis, e isso precisa mudar. Muitos serviços de de saúde oferecem inclusive o tradutor”. Segundo ela, a maior reclamação da comunidade brasileira é em relação ao método de atendimento dos médicos. “O atendimento médico aqui é muito diferente daquele que as pessoas recebem no Brasil. Não há aquele calor humano que os brasileiros estão acostumados a receber””, relatou a médica brasileira.

“Eu estive doente aqui, fui atendida no hospital e fiquei internada. Naquela época tinha visto de turista. Passado cinco anos, hoje estou matriculada no GP e recebo meus remédios de graça@, falou a brasileira A.Santos, que teve pronto atendimento em Londres, mesmo sendo turista. Para Santos, a organização dos GP’s e hospitais são o ponto forte no atendimento na Inglaterra. “A única coisa que é um pouco estranho é o contato com o médico que não transmite muita segurança, talvez pela maneira fira do atendimento”, completa.

“Quem está legal no país não tterá problema algum para ser atendido nos hospitais ou mesmo se registrar no GP (General Pratice). Os brasileiros e outros imigrantes ilegais encontram mais dificuldades, mas conseguem ser atendidos nas emergências”, orientou a médica brasileira. Segundo a dra. Marques, os brasileiros com ou sem visto, quando chegam a qualquer hospital no reino Unido são questinonados se possuem o Registro no General Pratice e são avaliados para saber se há ou não necessidade do paciente ser consultado pelo médico. Um alerta feito pela médica em relação às pessoas que estão com visto de turista válido é de que “as autoridades aconselham que os turistas tenham um seguro de viagem”.

Se o seu problema médico for considerado grave, precisar de internação e você não tiver um visto de residência no Reino Unido, provavelmente você precisará pagar por todos os serviços prestados a partir da internação no hospital. É o caso de uma brasileira que foi atropelada na saída de um bar brasileiro em Londres no inicio deste ano. Ela ficou internada por muitas semanas. “A conta dela ficou em trinta e oito mil libras. Mas como há o contato com a pessoa que a atropelou, essa pessoa terá que pagar tudo através do seguro do automóvel”, contou Carlo Mellinger.

Para que o serviço Nacional de Saúde (NHS) seja totalmente gratuito é necessária uma combinação de fatores como o visto atual do imigrante, seu tempo de residência e a natureza do tratamento requerido. Mesmo para a grande maioria dos residentes, alguns serviços não são completamente gratuitos, como por exemplo, o tratamento dentário, a quem o usuário deve pagar parte do custo do tratamento.

Uma médica britânica que trabalha no departamento geriátrico do Hospital Royal Free, ao norte de Londres, disse que “é muito triste saber que as pessoas estão morrendo por desinformação, pois as emerg6encias dos hospitais têm que atender a todas as pessoas, independente da sua situação migratória”, disse a médica, que falou extra-oficialmente e por isso não tem seu nome aqui revelado.

Segundo ela, os Walk-in Centres são ótimas opções para quem tem receio por não ter visto. “ninguém vai te pedir o passaporte e se voc6e não fala inglês, ainda providenciarão um tradutor se for necessário”.

Tem acesso gratuito ao NHS:

  • Residentes legais com residência permanente;
  • Refugiados;
  • Estudantes com, no mínimo, seis meses de estada no país;
  • Solicitantes de asilo e
  • Pessoas com permissão de trabalho
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



15 thoughts on “O direito à saúde no Reino Unido

  1. Ricardo Azevedo

    Eu tenho uma pergunta a fazer, se poderem respoder eu agradeco. E muito Urgerte
    Tenho um primo que tem o virus HIV, e ele precisa dos remedios. Podem me informar se esses remedios em Londres
    sao de graca para brasileiros ilegais?

    responder
  2. Mrs Brazil

    SraTatiana aqui em uk e realmente tudo diferente comecando por dirigir do lado contrario ect,as qualificacoes proficionais aqui nao sao iguais das nossas no brasil nessa area de saude entao ate hj nao me acostumei com os medicos aqui e o sistema deles eu realmente prefiro os nossos medicos brasileiros dentistas ect,a ultima vez que fui aqui numa dentista particular nao foi no NHS que e do governo fiquei mais do que traumatizada ela arrancou um dente meu que estava em caquinhos nao tirou radiografia para ver a posicao da raiz 1 procedimento que nossos dentistas brasileiros fazem com mt dificuldade e forca ela quase montou em cima de mim pra arrancar os caquinhos e ainda disse que o problema e que os caquinhos estavao mt pequenos dificultando o trabalho dela enfim arancou me deixando com dor de pescoso por uma semana e um terrivel trauma falei pro meu marido dentista nunca mais aki so no brasil quando estive no brasil meu dentista arrancou outro caquinho nas mesmas condicoes do anterio em 5 minutos com uma mao que parecia uma pluma nao senti nada sai da cadeira feliz da vida meu marido nao acreditou a rapidez e profissionalismo dele.Voltando a sua perg minha querida entre em contato com escolas de intercambio proficional entre brasil e uk eles devem ter a resposta pra sua perg.Boa sorte

    responder
  3. thais franco

    boa noite..gostaria de um esclarecimento com urgencia por favor..eu estou em londres a 4 meses tenho visto de turista para 6 meses…estava passando mto mal aqui,uma amiga que se reside aqui em londres a 10 anos e tem documento me levou ao hospital CENTRAL MIDDEL SEX para ser concultada mas tive problemas a enfermeira fez varias perguntas para minha amiga como por ex: c eu tenho GP, o que eu estava fazendo aqui.e c eu tinha algum documento de identificacao..ai eu mostrei o meu passaporte e entao ela viu que estavamos mentindo viu que eu estava aqui a 4 meses e disse que era mentira que nao tinha GP pq eu estava com visto d turista ..entao ela saiu com meu passaporte e nos corremos e fomos emobra pois minha amigae ficou com medo que ela chamasse a imigracao..nao fiu atendida e meu passaporte ficou la com a enfermeira ,depois ela ficou ligando e falando que era pra mim voltar pegar meu passaporte e ser consultada..e agora o que faco sera isso verdade ou mentira?! tenho medo d voltar e o hospital chamar a policia ,pois sou turista e nao tenho GP poi minha amiga mentiu ,deu o GP dela dizendo que era meu..por favor m ajudem nao sei o que fazer e preciso do meu passaporte!! boa noite obrigadooo…

    responder
  4. Mrs Brazil

    Para Thais Franco,eu acho que agora vc deve aprender a licao de nao mentir mentira tem perna curta infelizmente brasileiros pensam que podem enganar os britancos hahaahahah eles tem tudo mt organizado e checam tudo tds as informacoes entao se mente sabera que sua mentira sera descoberta sua amiga da onca deveria saber disso ja que esta morando aqui 10 anos e tem o GP,vc como turista nao pode ter GP que e um termo que se chama para o medico clinico geral que os britanicos e os estrangeiros ja legalizados possuem ja que sao registrados no NHS sistema publico de saude do governo.Nao sei como vc entrou em uk mas normalmente quando se viaja para o exterior como turista se deve pagar no brasil um SEGURO DE VIAGEM E SAUDE com validade do tempo que vc vai ficar no exterior e cobertura nos paises que vc vai vizitar ou ficar por mais tempo.Vc deveria saber disso mocinha como e que vc viaja para o REINO UNIDO sem se precaver sem pensar que vc durante sua estadia vc poderia ficar doente ne isso acontece com mt frequencia,provavelmente vc caiu na conversa dos outros que enxem a cabeca de ilucoes para virem arriscar a vida em uk.Sua amiga da onca ferrou vc mentindo,mas ja que vc e turista e mesmo nao tendo seu seguro de saude alguns hospitais fazem o atendimento medico mesmo assim e seu visto de turista nao esta vencido,vc deve sim voltar para o hospital ser consultada pegar seu passaporte de volta e voltar para o brasil antes dos eu visto vencer,nem tente ficar aqui depois do visto vencer ne vc deve aprender a licao pq poderas ficar doente de novo e ai como vai ser??????????? houve um caso de uma moca brasileira em londres ilegal que ficou doente e nao queria ir ao hospital pq sabia que seu visto estava vencido e nao queria ser deportada enfim ela piorou comecou ter convulcoes seus colegas levaram ela para o hospital inconciente ja era mt tarde ela morreu e o corpo foi cremado aqui,pois a familia no brasil nao tinha dinheiro para pagar o translado do corpo para o brasil e o consulado brasileiro tb nao se resposabiliza por essas despessas.Boa sorte e aprenda essa licao.

    responder
  5. alam

    realmente a saude no ocidente é muito boa,a melhor possivelmente! NO nosso pais infelizmente a situaçao saude é precaria,falta de remedios e os medicos nao tem uma justa posiçao

    responder
  6. claudia mendes

    ola, gostaria de saber se enqto minha situação nao estiver legalizada no reino unido, pois me casarei agora em dez com um portugues, e essas coisas demoram né…se poderei fazer um plano de saude privado la na inglaterra ? mas mesmo assim irei com o seguro viagem.obrigada

    responder
  7. juliana santos

    ola me chamo juliana santos…moro na inglaterra ha quase 1 ano,meu marido tem passaporte portugues,mas eu e meu filho ainda nao temos visto…ulimamente meu filho esta reclamando de dor nos olhos,levei-o ao oftalmologista free de um mercado…e ela disse que ele nao tem problema oftalmologico algum…
    oq me deixou muito preocupada..emfim gostaria de saber se posso leva-lo ao hospital aqui para investigarem oq ele tem,msm sem ele ter o visto,mas se pelo fato do pai dele ter,se msm assim terei q pagar os custos com as consultas…muito obrigada!!!

    responder
  8. Ilma

    Realmente,o pior racismo aqui sao com os ilegais,sao mal vistos e maltratados,as vezes marginalizados,enquanto isso os legais aproveitam pra fazer e desfazer do certo e errado,muitos ilegais aqui sao pobres e honestos trabalhadores,mas nao sao ninguem pq nem existem,e’ uma pena que ninguem pod fazer nada.

    responder
  9. Daniel Martins

    Sobre o sistema de saúde qualquer pessoa pode usar em caso de ermegencia, pois eu sou prova disso e para Mrs. Brasil deixe de ser estúpida pois existe caso e casos: eu fiquei muito mal com uma virose e comecei ter combucoes meus amigos foi quem me levaram para o hospital, não pediram documento, só o meu nome e endereço e telefone e nome do acompanhante, como meus amigos esta legais não teve problema, fiquei internado por 1 noite e no outro dia tive alta após a febre abaixar e ainda recebi os remédios nessesario, o problema dos brasileiro e q muitos não gosta de ajudar o outro e as informações q
    Conseg

    responder
  10. Leticia

    Sou Brasileira, mas eu e meu marido temos dupla nacionalidade por termos vivido muitos anos em Portugal, atualmente ele vive e mora em Londres, mas não ganha o suficiente para ajudar a familia dele(pais)aqui no Brasil e ainda nos (eu e dis filhos) o suporte necessário para vivermos todos em Londres. Eu e meus filhos não temos conhecimento da lingua inglesa, meus filhos teem a idade de 11 e 6 anos, e por isso tenho medo de não encontrar um trabalho assim que chegar, fora que ele vive em uma casa onde aluga um quarto e não tem possibilidade de alugar uma casa com espaço suficiente para os 4 menbros da familia. Estive tentando me informar sobre os direitos e deveres do cidadão com nacionalidade Portuguesa que viva no Reino Unido e tenha agregados familiares. Talvez por inconpetencia, mas não acho respostas claras ás minhas perguntas.

    Meus filhos e eu podemos nos inscrever no sistema de saude gratuito quando chegarmos?
    Eu tenho que tirar a documentação Portuguesa dos meus filhos para eles entrarem no Reino Unido, ou eles eles teem este direito asegurado uma vez que os país possuem a dupla cidadania?
    Como eles frequentariam a escola sem saber o ingles?
    Eu teria de pagar as escolas deles e a minha?
    Criança tem algum direito a receber ajuda de custo do Governo uma vez que o pai trabalha legalmente no país?
    Existe alguma possibilidade de conseguirmos o auxilio moradia?
    Não sei como as coisas funcionam no Reino Unido e meu marido apesar de viver ai, tem muito pouco tempo para sair em busca de informações, mas sei que em Portugal existe um apoio a reagrupamento familiar, onde existem balcoes de informações sobre os auxilios possiveis, documentação necessária,etc. Em Londres existe algo do genero? Qualquer informação me ajudaria. Obrigada por sua atenção.

    responder
  11. wilson

    Oi, eu me chamo Wilson e moro na Italia ha mai de 20 Anos e tenho visto permanente…, gostaria gentilmente saber se posso trabalhar ai no UK, no setor da Saude, visto que, aqui trabalho ha mais de 10 anos em um Clinica Particular em umm reparto Ortopedico como Tecnico de enfermagem… minha esposa e Italiana assim como meus dois filhos… ela e medico geral (Sem especializacao), mas , tem 18 anos em Pediatria Clinica…. queremos fazer uma experiencia em UK…. podemos? Obrigado

    responder
  12. michel

    ola, estou aqui de passagem por uma semana e acordei com febre alta no hostel. tenho mais 2 dias aqui e voo p outras cidades. oq eu eu posso fazer, tem como eu ser atendido em algum lugar ou alguma coisa. estou meio desesperado pq tenho muito problema com garganta.
    o frio nao ajuda tambem haahaha.
    obrigado.

    responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *